Norte do Paraná

Postado dia 20/05/2019 às 23:21:33

Empresa de concurso da Câmara de Assaí fraudava questões de 'específicas'

O Ministério Público do Estado do Paraná ajuizou ações civis por improbidade administrativa para apurar irregularidades em concursos públicos realizados em Assaí, Primeiro de Maio, Santa Amélia e Sapopema.

Esquema fraudulento em licitações serviu para contratar a empresa Contec Consultoria e Assessoria, de Abatiá (PR), que tinha por objetivo fazer passar em tais concursos pessoas que já trabalhavam em Câmara de Vereadores ou prefeitura daquelas localidades.

Geralmente as provas continham questões de português, matemática e conhecimentos específicos. Como parte da farsa, responsáveis pela Contec atribuíam maiores notas em conhecimentos específicos para pessoas pré-determinadas, fazendo crer que aqueles candidatos teriam tido melhor desempenho justamente por já atuarem na área. 

Em depoimento à Polícia Civil de Abatiá (PR), em 25 de setembro de 2009, a sócia da Contec Consultoria e Assessoria, Rosemeire Rogéria da Silva, havia relatado que o concurso da Câmara de Vereadores de Primeiro de Maio foi "anormal, com relação à conferência de assinaturas e verificação das provas e dos gabaritos. Ela explicou que antes da aplicação do concurso já havia denúncias de que um candidato e ex-funcionário da Câmara, de nome Devanir Chicarelli, iria gabaritar, "boato este feito pelo próprio Devanir".

Na presença do delegado Maurício de Oliveira Camargo, Rosemeire tinha ainda reportado que "de uma forma que não sabe explicar esse tal Devanir Chicarelli realmente acabou gabaritando as questões específicas da prova".

Quanto a irregularidades no concurso em Santa Amélia, a sócia da Contec afirmou também que o então prefeito Roderjan Luiz Inforzato (2005/2008) procurou pela empresa e pediu seis gabaritos em branco para que pudesse obter assinaturas e o número de inscrições das pessoas que "ele queria que passasse", dentre as quais sua própria esposa.

Após pegar as assinaturas e os números das inscrições, o então prefeito teria entregue os gabaritos em branco para a sócia da Contec que, por sua vez, alterava algumas das respostas.

 

PARA SABER MAIS:

Empresa que fraudou concurso em Assaí vaza gabarito em Santa Amélia

Fraudadores de concurso em Assaí têm ligação com deputado e advogado

Fraude no concurso da Câmara de Assaí é semelhante à ocorrida em Sapopema

Os fatos que comprovam que o concurso da Câmara de Assaí foi fraudado

Sócia da Contec reconhece fraude em concurso de Câmara e prefeitura

Copyright © 2010 - 2019 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br