Sapopema

Postado dia 08/11/2013

Projovem forma 45 trabalhadores em Sapopema

secretário Romanelli e prefeito Gimerson

A Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, em parceria com a Prefeitura de Sapopema, no Norte do Paraná, formou mais 45 jovens por meio do programa Projovem Trabalhador. A solenidade de entrega dos certificados aconteceu nesta quinta-feira (7), no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) do município.

O secretário do Trabalho Luiz Claudio Romanelli e o prefeito de Sapopema, Gimerson de Jesus Subtil, entregaram os certificados aos alunos que concluíram o curso com 75% ou mais de aproveitamento. Eles participaram de capacitação nas áreas de Vestuário, Serviços Pessoais e Construção e Reparos.

Romanelli lembrou que os investimentos da União, em parceria com o Estado, têm possibilitado a capacitação de mão de obra em todo o Paraná. “Em todo o Estado, o Projovem está capacitando 7 mil jovens de 143 municípios para que estejam preparados para o mercado de trabalho”, disse. Romanelli acrescenta que trabalhadores qualificados conquistam espaço no mercado com mais facilidade e ainda recebem mais que aqueles sem nenhuma qualificação.

“Um profissional qualificado recebe 24% mais do que o trabalhador que não foi capacitado. Por isso, essa é uma oportunidade única de garantir emprego e aumento de renda através do trabalho que cada um dos formandos de Sapopema executará a partir de agora”, observa.

O prefeito Gimerson Subtil lembrou o empenho e a persistência de cada um dos formandos para concluir o aprendizado. “Muitas foram as dificuldades, mas vida é feita de desafios. O grande desafio nosso é gerar emprego e, agora, com a qualificação proposta pelo Governo do Paraná e com apoio do Governo Federal, nós queremos atrair novos investimentos para que essa mão de obra que já está qualificada seja utilizada em Sapopema, gerar empregos e aumentar a renda do trabalhador”, disse.

PROJOVEM — O Projovem é um programa do Governo Federal, realizado em parceria com o Governo do Paraná, que visa a qualificação de jovens entre 18 e 29 anos, preparando-os para o mercado de trabalho. A carga horária exigida para o curso é de 350 horas, das quais 100 horas são destinadas à qualificação social, que aborda questões de Ética e Cidadania, Educação Ambiental, Noções de Direitos Trabalhistas e Qualidade de Vida. As outras 250 horas são dedicadas à teoria e à prática da qualificação profissional.

NOVA REALIDADE - Para Eliane Alves de Oliveira, 21 anos, que se formou em Serviços Pessoais, o curso foi extremamente proveitoso e, apesar de nunca ter trabalhado na área, ela acredita que a qualificação abrirá portas para o mercado de trabalho. “Gostei muito do curso. Na área de Estética, por exemplo, aprendi técnicas importantes de maquiagem. Agora estou pronta para enfrentar o mercado de trabalho”, garante.

O jovem Felipe Moreira Barbosa, 20 anos, se qualificou no setor de Reforma e Construção. Ele já atua no segmento há mais de quatro anos, mas mesmo assim lembra que foi muito importante aprender técnicas novas através do curso do Projovem Trabalhador. “A capacitação me deu uma nova perspectiva de trabalho. Só de concluir o curso, já tenho propostas que de salário melhor do que o que eu recebia antes”, comemora.

Já a trabalhadora Magnês da Silva Prestes nunca trabalhou porque não tinha nenhum curso de qualificação profissional. Ela se formou no curso de Costura e já tem proposta de emprego. “Eu queria muito aprender a costurar e o curso me possibilitou esse aprendizado. Agora já estou até trabalhando. Foi um sonho que eu consegui realizar”.


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2018 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br