Londrina

Postado dia 29/01/2014

Rede elétrica antiga impede instalação de 617 aparelhos de ar condicionado

Rede elétrica antiga impede instalação de 617 ares-condicionados em escolas de LondrinaO Núcleo Regional de Ensino (NRE) de Londrina recebeu 617 unidades de ar-condicionado para instalar nas escolas dos 19 municípios que abrange. Porém, os aparelhos devem ficar parados ao menos até o fim do semestre, pois a estrtutura elétrica dos colégios não suporta a carga e precisa receber reparos.

A chefe do NRE, Lúcia Cortez, informou que os aparelhos foram obtidos pelo Estado através de um programa do governo federal e chegaram no fim de 2013 a Londrina. "No nosso núcleo nos deparamos com escolas antigas, a rede não suporta. Nós tivemos que fazer um processo de verificar cada escola, o projeto elétrico e montar um projeto de novas instalações", informou na manhã desta quarta-feira (29).

Segundo Lúcia, todas as escolas contam com ventiladores e apenas algumas com ar-condicionado, como aconteceu com uma unidade de Sertanópolis (37 km de Londrina), que implementou a tecnologia através de uma parceria com a Associação de Pais e Mestres. As unidades obtidas no ano passado serão colocadas em 36 escolas.

"Instalar é muito caro, fica aproximadamente R$ 3 mil por ar-condicionado. Nós temos que respeitar a questão da legalidade do Estado, fazer o orçamento, mas estamos trabalhando. Temos também a Brigada Escolar, o Corpo de Bombeiros que está fazendo vistorias, pela questão da segurança", disse.

A intenção do NRE é finalizar o levantamento de preços para encaminhar o pedido de recursos ao governo do Estado e viabilizar a instalação até o fim do primeiro semestre. 

Para garantir ainda a manutenção das estruturas antigas nas escolas de Londrina e região, problema admitido por Lúcia Cortez, o núcleo tenta parcerias com empresas dos bairros. "Assim, nós estamos conseguindo resolver algumas coisas, como trocar telhados", comentou.


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2018 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br