Londrina

Postado dia 05/02/2014

Dom Geraldo Majella vai se mudar de forma definitiva para Londrina

Dom Geraldo Majella vai se mudar de forma definitiva para LondrinaDom Geraldo Majella Agnelo, Arcebispo Emérito de Salvador, de 80 anos, está de mudança definitiva para a cidade de Londrina, no Paraná, para ficar mais próximo à sua família, de acordo com informações obtidas nesta terça-feira (4) com a Arquidiocese. A viagem está marcada para março.

De acordo com a Arquidiocese, a missa que marca a despedida será realizada às 10h no dia 15 de março, na Catedral Basílica, no Terreira de Jesus, Pelorinho.  Antes, ele participa do Consistório, um encontro com o Papa Francisco no Vaticano, na Itália, no fim de fevereiro. Dom Geraldo foi um dos cardeais que participaram do conclave, que escolheu o novo Papa.

Trajetória religiosa
Filho de Antônio e Silvia Agnelo, Dom Geraldo nasceu em Juiz de Fora (MG), no ano de 1933. Em 29 de junho de 1957 foi ordenado sacerdote, na Catedral da Sé, em São Paulo, pelas mãos do Cardeal Arcebispo Emérito, Dom Paulo Evaristo Arns.

No dia 5 de maio de 1978, o Papa Paulo VI o nomeou Bispo Diocesano de Toledo, no Paraná. Recebeu a ordenação episcopal em 6 de agosto do mesmo ano, na Catedral de São Paulo. Em 27 de outubro de 1982, o Santo Padre João Paulo II o escolheu como Arcebispo Metropolitano de Londrina, também no Paraná. De 1983 a 1987, foi presidente da Comissão Litúrgica da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Ao mesmo tempo foi membro do Departamento de Liturgia do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam).

No dia 16 de setembro de 1991, o Papa João Paulo II nomeou Dom Geraldo Majella Agnelo secretário da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos. Em Roma, assumiu inúmeros compromissos e responsabilidades, a exemplo da nomeação para membro do Comitê Central do Grande Jubileu do Ano 2000, presidente da Comissão de Liturgia do mesmo comitê, e membro do Pontifício Comitê dos Congressos Eucarísticos Internacionais.

No dia 13 de janeiro de 1999, João Paulo II o nomeou Arcebispo Metropolitano de São Salvador da Bahia, tendo tomado posse canônica a 11 de março do mesmo ano, iniciando o seu pastoreio na Arquidiocese Primaz do Brasil. Dom Geraldo foi o 26º Arcebispo de Salvador. Em 21 de janeiro de 2001 foi eleito Cardeal da Santa Igreja Romana ao lado de outros 43 cardeais da Europa, Ásia, África e América.

Em 2003 foi eleito presidente da CNBB, cargo que ocupou até maio de 2007. Foi um dos presidentes da Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e Caribenho, encontro que aconteceu em maio de 2007, em Aparecida, São Paulo. Soma-se a todas essas atribuições, a publicação de livros e artigos.


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2018 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br