Londrina

Postado dia 19/12/2013

Comerciantes barram na Justiça realização de Feirinha do Brás

Comerciantes barram na Justiça realização de Feirinha do Brásde O Diário

Um grupo de comerciantes da zona norte de Londrina conseguiu impedir a realização da "Feirinha do Brás" em um terreno da Avenida Saul Elkind, próximo ao Cemitério Jardim da Saudade. Os lojistas da região apontam para prejuízos nas vendas locais e concorrência desleal de preços, principalmente às vésperas de Natal.

Parte das barracas dos comerciantes de São Paulo já tinha começado a ser erguida. Porém, na manhã desta quinta-feira (19), fiscais da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) e da Secretaria Municipal de Fazenda barraram a realização do evento.

De acordo com a assessoria de imprensa da CMTU, o documento protocolado para a  promoção a feira continha informações falsas e usava o nome parecido da entidade que representa os comerciantes da zona norte. O requerimento aponta para a realização de uma feira de ponta de estoque de lojistas da zona norte.

A autorização foi revogada e os produtores foram impedidos de fazer a Feirinha do Brás no local. O presidente da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Flávio Balan, o Código de Posturas do Município prevê a impossibilidade de realização de feiras 15 dias antes de datas comemorativas, como Dia das Crianças, Dia dos Namorados, Dia das Mães e Natal, por exemplo.

Além disso, ele alertou para a qualidade dos produtos e também sobre o controle fiscal das mercadorias. Para Balan, o cancelamento da Feirinha do Brás surge como uma proteção ao consumidor."São produtos fruto de uma concorrência não tão justa, que a gente não sabe a procedência, ou então a qualidade, e que muitas vezes não tem nota", apontou.


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2018 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br