Revelia na Itália

Postado dia 10/05/2011

Por dentro da Congregação Sagrada Família de Bergamo

Na tranqüila localidade de Martinengo, ao norte da Itália, está localizada a Congregação Sagrada Família de Bergamo.

De orientação católica e com mais de 150 anos de atuação, além de Itália, a Congregação conta com atividades também no Brasil, Moçambique e na Suíça.

No Brasil, as atividades se estendem a São Paulo (Itapevi e Jandirá), Paraná (Peabiru, Curitiba e Assaí), Minas Gerais (Montes Claros) e Bahia (Serrinha).

A atual Congregação Sagrada Família de Bergamo resulta de iniciativa de Constância Honorata Cerioli, nascida em 28 de janeiro de 1816 em Soncino, em Cremona (Itália), que deu início, em 1857, ao Instituto das Irmãs da Sagrada Família. Proclamada bem-aventurada pelo Papa Pio XII em 1950, ela foi declarada santa, em 16 de maio de 2004, pelo papa João Paulo II: Santa Paula Elisabete Cerioli.

Em Assaí, a presença daquela ordem religiosa se dá através dos trabalhos desenvolvidos, por exemplo, pelo padre João Carlos dos Santos (que no começo desse ano foi transferido para Itapevi (SP), e por seus sucessores Massimo Crotta e Fiori Longhi.

Juntos, os padres Massimo e Fiori, conduzem na cidade a Paróquia São José (sob direção da Congregação desde janeiro de 1986), assim como dezena de capelas nas zonas rural e urbana (como o Santuário Santa Paula).

Já as obras educacionais acontecem na Escola Oásis, bem como através de parceria com o município na gestão da escola Rotary Clube no Centro Municipal de Educação Infantil Criança Feliz.

Por dentro da Congregação

Durante sua temporada de 20 dias na Itália, o editor do portal Revelia, Mattheus Hermanny, aproveitou para visitar a sede geral da Congregação Sagrada Família de Bergamo, localizada a aproximadamente 600 quilômetros da capital Roma e 70 quilômetros de Milão, no norte do país.  

Estando um pouco afastado da região central da cidade, o complexo consiste em área destinada à moradia, salas de aulas, praças esportivas, ginásio de esportes, refeitório, capela e a própria igreja.

Aproximadamente mil crianças e adolescentes, entre 3 meses e 13 anos de idade, estudam no local, podendo receber católicos, muçulmanos ou filhos de família que não professam fé alguma. No entanto, os estudos se dão sob uma perspectiva da religião católica.

A rotina dos religiosos que por lá vivem consiste em orações comunitárias às 7 horas e 18h30, além de orações livres às 12 horas. Por “livre” entende-se que tal reza pode ser feita ao meio-dia ou mesmo depois do almoço, não necessariamente abrindo-se a possibilidade de fazer ou não fazer.

Ao longo da semana, os religiosos da Congregação – tanto os já formados quanto em processo de formação – são reunidos em três grupos em diferentes salas -, para o café da manhã (às 8 horas), almoço (12h30) e jantar (19h30). A divisão em grupo se dá em função de horários diferentes entre eles (por exemplo, do pessoal que dá aulas na escola da Congregação), e também devido ao fato de que certos assuntos do dia-a-dia são peculiares de cada turma.

Membros da Congregação Sagrada Família de Bergamo defendem que a formação por ali ministrada visa a formar religiosos, os quais podem ser padres ou não. Ser religioso significa ter sua vida consagrada para viver em prol da comunidade, de servir o próximo, de levar uma vida de oração e obras.

Além dos horários de oração, eles devem dedicar duas horas diárias aos estudos pessoais, podendo ser na parte da manhã, entre 5 e 7 horas, antes da primeira reza em grupo do dia, ou no período noturno.

Durante o horário das refeições, mantém-se a tradição cultural italiana que consiste na utilização de dois pratos. Utiliza-se o primeiro deles geralmente para massa ou alguma sopa, e o segundo prato para o restante do que é servido no almoço e jantar.


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2018 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br