Geral

Postado dia 20/02/2021 às 12:48:23

Bolívia, Chile e Peru expulsam estrangeiros ilegais; só falta Brasil

Forças de segurança pública e agentes de imigração têm intensificado nos últimos dias a expulsão de imigrantes ilegais em localidades de Bolívia, Chile e Peru. 

Em Cobija, cidade boliviana fronteiriça a Brasiléia, no Brasil, operações acontecem em terminal rodoviário e rodovias do país. 

Nessa sexta-feira, 19, pelo menos 60 estrangeiros - principalmente haitianos - foram abordados por autoridades bolivianas. Inclusive ônibus que seguia para a capital La Paz, com dezenas de haitianos, teve que retornar a Cobija, depois de quatro horas na estrada. 

Determinação é de "saída obrigatória" de todo estrangeiro que tenha entrado no país sem o devido registro junto às autoridades migratórias. Setor de imigração avisa que pessoas em tal situação ficam impedidas de entrar na Bolívia pelos próximos cinco anos. 

De volta para casa

No Chile, depois de um ano de pandemia, 2020, com aumento significativo de entrada principalmente de venezuelanos, autoridades do país resolveram conter o fluxo migratório. Devido ao controle mais rígido na fronteira com o Peru, migrantes têm optado então seguir por Bolívia para, finalmente, chegar ao Chile. 

Centenas de pessoas, principalmente da Colômbia e da Venezuela, foram enviadas a seus países de origem, na semana passada, por não cumprirem as leis de imigração chilenas.

Fluxo migratório vem produzindo um caos na fronteira entre Colchane, no Chile, e Pisiga, na Bolivia. Pelo menos dois estrangeiros morreram recentemente por causa das baixas temperaturas na localidade situada a mais de 3.600 metros de altitude. Em Colchane, de 300 habitantes, o caos advém da presença de 1.800 imigrantes - incluindo 235 crianças. 

Expulsão em massa levou à manifestação do Tribunal de Apelações da cidade de Iquique que, na quinta-feira, 18, anulou tal procedimento em relação a 51 migrantes venezuelanos. A maioria deles havia retornado na semana passada a seu país em um avião militar após sua entrada irregular no Chile. 

Confronto

Situação se mostra tensa na fronteira entre Iñapari, no Peru, e Assis Brasil, no Brasil. Depois de permanecerem por duas semanas na fronteira, mais de 300 haitianos tentaram entrar no Peru, após suplantar barreira policial, e acabaram expulsos, de forma violenta, por forças de segurança.

Estrangeiros alegam que apenas passariam por aquele país, rumo a Equador e, posteriormente a México.


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2021 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br