Norte do Paraná

Postado dia 02/03/2019 às 00:45:58

Polícia investiga suposto furto de madeira de escola em Jataizinho

Sala de aula do colégio Dom Pedro II foi desmanchada e tábuas de perobas seriam vendidas para uma empresa de Assaí. Um dos suspeitos disse que recebeu madeira como pagamento de um serviço realizado na escola.

A Polícia Civil investiga um suposto furto de uma carga de peroba de uma escola pública de Jataizinho, no norte do Paraná. Segundo a polícia, as tábuas eram parte de uma sala de aula do colégio Dom Pedro II e já tinham sido vendidas.

A carga de madeira precisou ser descarregada na sede da Polícia Militar (PM) sob escolta dos militares.

"Foi constatada a demolição de uma sala de aula e a carga de madeira estava carregada em um caminhão. Segundo relatos, um morador daqui da cidade teria vendido essa madeira para uma pessoa de Assaí. O caso será encaminhado ao delegado para que ele determine os crimes pelos quais as pessoas envolvidas vão responder", explicou o sargento Vanildo Batista.

O homem suspeito de ter desmanchado e vendido a madeira diz que fez isso mesmo, mas com autorização do diretor de Educação do município.

"Uma conversa com o diretor, ele falou da necessidade de desmanchar aquela sala, porque estava caindo, e na oportunidade eu fiz a proposta que faria a pintura de uma quadra e, como pagamento, ele me daria as madeiras. Desmanchamos e a madeira foi vendida como um objeto meu, que recebi de um trabalho feito", explicou o suspeito de retirar as madeiras, Dorival Pereira Duarte.

A sala de aula não recebia mais alunos. Segundo a chefia de gabinete da prefeitura de Jataizinho, um laudo já havia condenado a estrutura que poderia desabar a qualquer momento. Agora, a sala virou caso de polícia.

A madeira ficará armazenada na PM e a Polícia Civil vai investigar o que aconteceu e punir qualquer irregularidade confirmada.

A Prefeitura Municipal de Jataizinho informou que a investigação policial vai comprovar que a acusação não corresponde à realidade dos fatos. Conforme o município, o material seria retirado do pátio da Escola Dom Pedro II e transportada para o pátio de um barracão que posteriormente seria objeto de licitação.

do G1


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2019 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br