Sapopema

Postado dia 21/09/2013

Vereador Edinaldo diz que, com sacrifício, município fez sua parte

 

Ao avaliar os últimos cinco anos da administração municipal comandada pelo PT (Partido dos Trabalhadores), o vereador Edinaldo Antônio da Silva comenta que, apesar das dificuldades, “muita coisa boa aconteceu” em Sapopema.

Em seu segundo mandato na Câmara de Vereadores, ele também relata que não adianta o governo estadual e federal querer ajudar a cidade se o município não tiver as certidões em dia. Segundo o vereador, naquele aspecto, o município de Sapopema tem feito sua parte.

A seguir principais trechos da entrevista:

Revelia: Por que você decidiu colocar seu nome à apreciação do eleitorado de Sapopema?

Edinaldo Antônio da Silva: Eu que sou nascido aqui no município de Sapopema, a gente sabe das dificuldades que tem toda cidade pequena e pelo trabalho que eu tinha antes. Na Polícia Militar, eu fazia um trabalho em relação à prevenção às drogas. Vai passando o tempo, e às vezes a gente com aquela imagem da política, de que tem que se manter afastado. Mas na realidade é o contrário. Se a gente tem algum interesse em ajudar, de contribuir de alguma forma, talvez na política seja a melhor maneira.

Revelia: E como efetivamente surgiu o convite para disputar a eleição?

Edinaldo Antônio da Silva: Desde que eu voltei aqui para minha cidade, estive sempre participando de conselhos municipais, de entidades. Então surgiu o convite, eu aceitei e estamos nesta caminhada pela segunda vez. A gente sabe que dificuldades existem. Mas quando tem um caminho a trilhar,  e acredita na política diferente, limpa, a ente segue de cabeça erguida adiante que as coisas vão acontecendo e a cidade vai melhorando assim naturalmente.

Revelia: O que trouxe de importante para sua formação aquele período dedicado à Polícia Militar:

durante evento na sexta-feira, dia 20

Edinaldo Antônio da Silva: Ingressei na Polícia Militar, em Londrina, onde trabalhei praticamente oito anos. Voltei para Sapopema, onde fiquei mais ou menos sete anos. Nesse período, na Polícia, eu trabalhei em vários setores. Então tive a oportunidade de fazer uma faculdade. Nos últimos quatro anos eu estava atuando no Proerd, que é um trabalho de prevenção às drogas. Na PM, o trabalho é o contato com o povo, e às vezes com as mazelas sociais. A Policia Militar atua nessas ocasiões. Acho que então foi partindo desse interesse de poder contribuir de alguma forma que veio a política. Na época que trabalhei na escola com as crianças, a gente via que se tem que fazer mais coisas, para que no futuro essas crianças de agora não sejam um infrator, um deliquente e por aí vai.

Revelia: Depois de eleito uma vez, por que a população te reconduziu ao mandato na Câmara de Vereadores?

Edinaldo Antônio da Silva: É a segunda gestão do prefeito, e a nossa também aqui e eu sempre do lado da prefeitura. Então nós mantivemos uma linha de raciocínio. Não porque a gente é do mesmo partido da prefeitura que a gente é obrigado ou não a votar em algum projeto. Eu acredito que essa linha é sempre a seriedade, essa transparência que nós tentamos buscar lá na Câmara, a boa discussão dos projetos. Sempre que o projeto é bom para o município, acho que vereador algum pode votar contra. A gente sempre trabalhou participando da vida social do município. Então acho que isso faz com que a gente se fortaleça, e também aqui pelo fato de a gente ser conhecido, e tudo mais.

Revelia: Já no segundo mandado da administração municipal do PT, você acha que Sapopema está no caminho certo? Por que?

com a presidente da Câmara, Magna 

Edinaldo Antônio da Silva: Observando Sapopema de alguns anos atrás e a de hoje pode se ver a grande diferença. A gente sabe que ainda dificuldades existem, muita coisa ainda a ser feita, mas não pode esquecer e deixar de lado as coisas boas que aconteceram nesses cinco anos. Hoje a estrutura da cidade melhorou como um todo, tanto a área comercial teve um salto muito grande: está mais bonita. Hoje temos a construção da nossa escola que está quase concretizada, a praça já terminada, posto de saúde novo, reforma de CTG, casas populares, creche em funcionamento. Nosso município, a grande maioria está no rural, então há a questão de pontes, estradas. Acho que, com toda dificuldade que o município pequeno enfrenta, havia algumas dívidas que tiveram que ser parceladas. Acredito que, com tudo isso, com todas essas dificuldades, muita coisa boa aconteceu.

Revelia: Para que tudo isso acontecesse, como você vê a importância de parcerias celebradas com o governo estadual e federal:

Edinaldo Antônio da Silva: Primeiro é importante frisar que não adianta o governo estadual e federal querer ajudar o município se o município não fizer sua parte. Ou seja, manter as certidões em dia. Então para que isso ocorresse muito sacrifício teve que ser feito no município de Sapopema, que não tinha nenhuma dessas certidões. Com as certidões em dia aí, sim, a gente sai a contar com o apoio dos deputados e, em especial, Romanelli, a nível estadual, e André Vargas, federal. Porque nada adianta os bons convênios e projetos se o município não está apto a receber. Então acredito que todo município pequeno, e não é o caso só de Sapopema, se pegar todas as obras, investimentos vem. Infelizmente a gente não tem recursos livres para investir, é a grande dificuldade. Na grande  então tem várias obras que vieram via governo do Estado e principalmente, a grande maioria delas, são do governo federal. 


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2018 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br