São Jerônimo da Serra

Postado dia 23/11/2012

Grupo enfrenta trilha com alto grau de dificuldade em duas rodas

do Maringá em Ação

Nosso amigo Neyzinho Gafieira organizou mais uma aventura inesquecível. Desta vez o destino escolhido foi São Jerônimo da Serra.

O Ney partiu pra lá na quarta-feira a noite (véspera do feriado do dia 15), acompanhado pelo Santão, Zé, Luciano e Nino. Eu, Valdirzinho e Nelsão saímos às quatro da madruga da quinta. Chegamos pouco antes do César de Sabaúdia e do seu parceiro Rôia.

Foi só o tempo de tirar as motos da caçamba e vestir a tralha para cair na trilha.

Cesinha foi nosso puxador, e, nem bem a trilha começou já veio a primeira bocada. Assim foi o dia todo, uma trilha atrás da outra, morros e morros, pedra sobre pedra. Uma trilha fantástica com um grau de dificuldade muito alto.

Os tombos foram inevitáveis e todo mundo foi ao chão. Eu, bati meu recorde. Devo ter caído pelo menos umas dez vezes. Também, com tanta laje lisa e pedras soltas. Neyzinho levou um capotão logo no começo. Nelsão então nem se fala, ferveu mais que chalera no fogo alto.

As paisagens de São Jerônimo são de cair o queixo. Além dos morros e vales, os rios de água mansa e cristalina em meios as pedras e com paredões em volta são demais! Pouca vezes vi lugares tão bonitos.

Sem almoço tocamos até o fim da tarde e, na última trilha começou a chover. Foi o que faltava pra deixar a trilha ainda mais emocionante.

Fazia tempo que queria conhecer esta trilha e ela correspondeu às minhas expectativas. A melhor trilha que já  fiz na minha vida!


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2021 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br