Norte do Paraná

Postado dia 17/02/2021 às 22:38:14

Proposta prevê 42 praças de pedágio no Paraná; 15 a mais

O presidente do Codep (Conselho de Desenvolvimento Econômico) de Cornélio Procópio, Luiz Eduardo Araújo, reiterou sobre os riscos econômicos ao Paraná, caso a proposta do governo federal para as novas concessões seja mantida. Araújo entregou sexta-feira, 12, aos deputados estaduais, um estudo com 12 propostas e sugestões do Codep, que busca em conjunto com 24 instituições, apresentar soluções que garantam o desenvolvimento para o futuro do Norte Pioneiro e do Paraná

Segundo ele, o modelo de negócios anexo à proposta da ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) prevê margem de lucro de 77% às concessionárias de rodovia do Estado, com retorno de apenas 23% do que valor arrecadado nas 42 praças de pedágio previstos para investimento nas rodovias. "Nem tráfico de drogas é tão lucrativo quanto o pedágio. E necessário rever alguns pontos da proposta apresentada à ANTT e exigir que seja reintegrada ao projeto a opção do modelo de pagamento por quilômetro rodado, o que vai baratear o custo da tarifa para o usuário", defende.

Dentre as 12 propostas, o Codep pede o redimensionamento dos lotes, com a inclusão de trechos que sejam importantes do ponto de vista logístico. Lotes em maior quantidade e com trechos menores, segundo o estudo, podem facilitar e incentivar a formação de consórcios regionais. "Quanto mais competidores no processo, mais baixas ficarão as tarifas. Não podemos ter privilégios nem regiões melhor atendidas. Por isso, deve-se priorizar a uniformidade do sistema, contemplando sempre o máximo de regiões produtivas do Estado. 

Exemplo disso, são a BR-153 no trecho Santo António da Platina- Ibaiti-Ventania e PR-090 Piraí do Sul, que recebem grande fluxo de caminhões da região de Cornélio Procópio pelas vias PR-160 que se junta ao trecho na cidade de Ibaiti e da PR-090 (rodovia do Cerne) cujo fluxo vem desde a cidade de Sertanópolis e Assaí e se junta ao trecho na cidade de Ventania dando continuidade até Piraí do Sul. Esses trechos estavam previstos na primeira proposta de 2020, foram retirados e não conhecemos o motivo. Segundo os transportadores de todo o Norte do Estado, esse trecho é o principal corredor utilizado para capital e portos atualmente.


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2021 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br