Geral

Postado dia 17/02/2021 às 16:25:26

Café Mori: Um café com alma japonesa, cultivado no Paraná e torrado na Galícia

 

Esta semana abriu o primeiro ponto de venda da Coffee Mori no Mercado Santiago Abastos, empresa que distribui na Europa um café de inspiração japonesa cultivado no Brasil, torrado na Galícia, na Espanha, e que esconde uma história de cinema.

Dois galegos, Javier Castiñeiras "Avi" e Pedro Tanoira, estão por trás do lançamento desta marca, com a qual procuram mostrar ao mundo os cafés especiais cultivados na Fazenda Mori - em Cambira, no Norte do Paraná- por Evilasio Shigueaki, filho e neto de japoneses agricultores que emigraram para o Brasil.

Coffee Mori já trabalha com várias lojas especializadas na Galiza e pretende trazer a sua marca para a hotelaria. Através do seu site disponibiliza as suas duas variedades de cafés especiais, permitindo-lhe escolher o tamanho e o tipo de moagem.

“Acreditamos na indústria hoteleira e queremos ser uma opção de qualidade para os hoteleiros de Santiago, ao mesmo tempo que também apostamos na nossa loja online”, explica Quincemil Avi Castiñeiras.

Além disso, o Café Mori conta a partir deste sábado com um ponto de venda no Mercado de Abastos de Santiago que utiliza como vitrine para se dar a conhecer e no qual, para além dos produtos disponibilizados no seu site, também pode peça seu café para viagem.

História 

A origem desse café remonta a quase cem anos, em 1928, quando a família Mori, como muitos compatriotas na época, emigrou do Japão para o Brasil, onde passou a se dedicar à agricultura.

Depois de anos de trabalho, em 1979 compraram uma pequena fazenda no Paraná, estado que havia passado da produção de 28% do café mundial a anos de safra zero após uma grande geada que fez com que muitos plantios se mudassem para Minas Gerais.

O atual proprietário da Fazenda Mori é Evilásio Shigueaki, a terceira geração desses emigrantes japoneses que chegaram ao Brasil em 1928.

 

 

 

Veja Fotos


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2021 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br