Norte do Paraná

Postado dia 23/09/2020 às 17:35:49

Convenções definem candidatos a prefeito, vice e vereadores em Assaí

Vencido em 16 de setembro o prazo para realização de convenções para deliberação sobre coligações e escolha para candidatos a prefeito,vice-prefeito e vereador, a população de Assaí começa a conhecer os nomes que concorrem ao pleito marcado para 15 de novembro. 

Dos cinco atuais inscritos para a disputa de 2020, Michel Angelo Tuti Bomtempo (eleito prefeito com 5.544 votos), Luiz Alberto Vicente (746 votos), Eduardo Guadagnin (198 votos) já se enfrentaram nas urnas em 2004. Outros concorrentes ao cargo de prefeito foram Cleyton Clyver Cruz (3.705) e José Fidelis Bachega (137 votos). 

Candidato a prefeito nesse ano, o auxiliar de Contabilidade, Jorge Pires Correa, também tentou ocupar a Chefia do Poder Executivo em 1992, quando obteve 181 votos. Eleição aquela vencida pelo advogado Yoshinori Fucuda, com 5.368 votos. Jorge Pires agora tem como candidata a vice Roseli Montini.

Derrotado por Tuti Bomtempo em 2004, eleito prefeito em 2012 e derrotado por Acácio Secci em 2016, o assaiense Luiz Alberto Vicente tenta comandar o municipio nesse ano, tendo como candidato a vice-prefeito o médico pediatra José Luis Pançan. Em sua campanha frustrada como vereador, Pançan obteve 562 votos, na eleição de 2008, apesar da terceira maior votação da cidade, atrás dos então eleitos Francisco Soares Neto (631 votos) e Pauo Candido Monteiro (576 votos). 

Principal responsável pela derrota m sua corrida ao Poder Legislativo foi justamente o atual “amigo” Luiz Alberto Vicente, que promoveu a distribuição de panfletos difamatórios contra o então candidato Dr. Pançan e ainda ofereceu dinheiro a Didi do Pau d’ Alho para que desistisse da eleição. Dessa forma, o médico Pançan obteve muitos votos, mas seu partido nao conseguiu alcançar o mínimo necessário para obter uma cadeira na Camara de Vereadores de Assaí. 

Outro aspirante ao cargo de prefeito nesse ano, o atual mandatário Acácio Secci tem seu sobrinho Cleiton Santos como candidato a vice-prefeito. Apesar do preparo do nome escolhido como vice, tal situação demonstra a perda de liderença do atual prefeito que, após a eleição de 2016, abandonou correligionários seus e abriu muito espaço em seu governo para nomes de administrações anteriores. Dessa forma, perdeu apoios importantes como de grupo de profesores estaduais, lideranças do comercio, comunidade japonesa e setores da igreja católica e evangélica. 

Depois de cinco mandatos como vereador, o sindicalista Antonio Menegildo Gavião Manoel coloca seu nome prefeito, tendo como vice o empresario Roberto Carlos Vendrametto. 

Com formação academica em Engenharia Civil e conhecimento teórico em administração pública, Eduardo Guadagnin já concorreu em outros momentos a prefeitura de Assaí. No entanto, sua campanha tem sofrido com a dificuldade em reunir lideranças expressivas em seu entorno, devido a ausencia de um perfil mais político. Para a atual disputa, seu candidato a vice-prefeito é o agricultor Gilberto Bento Duarte, o Pica Pau, morador do Maracatu. 

Já o empresario Tuti Bomtempo pretende goVernar a cidade pela terceira vez, ao lado de seu candidato a vice, o agricultor Cairo Koguishi. Trata-se da maior novidade na eleição de 2020 em Assaí, por sua atuação histórica em entidades de classe, no movimiento sindical e para a memoria do municipio.  

PARA SABER MAIS:

Luiz Alberto Vicente perseguiu Dr. Mário, Tuti, Zé Carlos, Pançan e Chico Soares

Veja Fotos


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2020 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br