Norte do Paraná

Postado dia 24/08/2020 às 17:42:46

Eleição 2020: entre conservador, populista e progresista

Se atual e ex-prefeitos efetivamente participarem do pleito de 15 de novembro próximo, o eleitorado assaiense poderá escolher  entre o populista, conservador e o progresista.

O atual chefe do Pode Executivo, Acácio Secci apresenta perfil conservador. Seus quatro anos de mandato fica marcado por uma gestão equilibrada, conforme o orçamento disponível, realização de obras de infraestrutura básica e administração de passivos herdados do governo anterior. Teve que saldar dìvidas de servidores comisionados, de serviços básicos de prédios públicos, ainda com INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e precatórios deixados pelo mandato pasado.

Milhares de reais foram desperdiçados pelo gestão populista do ex-prefeito Luiz Alberto Vicente (2013/2016), com a realização de festas de patrocinios à equipe Assaí Futsal. Despesas irregulares que resultaram em questionamento pelo Ministério Público e, consequentemente, em ação judicial. Considerável montante de dinheiro poderia ter sido aplicado em projetos estratégicos para o municipio como geração de emprego e renda. Viés populista observado ainda por meio da intensa utilização da rede social e da rádio comunitária Studio FM para promoção pessoal e ataque a adversarios políticos.

À época do maior investimento em obras da história de Assaí, o ex-prefeito Michel Angelo Tuti Bomtempo (2005/2008 e 2009/2012) conduziu uma gestão progressista, que preparava a cidade para o futuro. Ocorre que, principalmente na área de educação, a administração seguinte (Luiz Alberto Vicente) nao deu sequência a tais projetos, como se observa pelo subaproveitamento de estruturas como Colégio Sesi e unidade do Senai (fechados em 2018) e Centro Estadual de Educação Profissionalizante (CEEP) Maria Lydia Cescatto Bomtempo.

Para a próxima eleição, a população assaiense debe cobrar programa de governo que supere velhas ideias, que fomente negocios voltados à ciencia e tecnología, que aposta na chamada quarta onda, ou seja, a economía laranja.

Urgente se faz a atualização de políticas de atração de investimentos, de geração de empregos e renda e, principalmente, de adoção de programa de desenvolvimento sócio-econômico de longo prazo, de obrigatório cumprimento por parte de futuros gestores assaienses.

PARA SABER MAIS:

Promotoria investiga gasto milionário em festas em Assaí entre 2013 e 2016

Assaí Futsal chega ao fim por causa de irregularidades administrativas

Saiba quais são as 9 irregularidades envolvendo o Assaí Futsal

 

Copyright © 2010 - 2020 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br