Geral

Postado dia 04/01/2019 às 23:14:38

Meninas encontradas em Maringá levaram cobertor e iam dormir na rua

O pai da menina Evelyn, de 11 anos, que desapareceu por mais de sete horas junto com outras duas amigas em Maringá, no norte do Paraná, respira aliviado nesta quinta-feira (3). Segundo Osvaldo dos Santos, as três levaram cobertor e iam dormir na rua.

“Sem ter noção do perigo, elas levaram até um cobertor para passar um dia inteiro fora de casa. Imagina, iam dormir na rua. Acho que elas pensavam que ia ser um passeio pela cidade, não imaginavam a gravidade disso”, explicou.

Evelyn dormiu na casa das irmãs Luana, de 12 anos, e Yasmin, de 11 anos, e as três desapareceram na quarta-feira (2). Um casal encontrou as meninas por volta das 20h, do mesmo dia, nos arredores da Catedral de Maringá.

Segundo ele, elas deixaram uma carta dizendo que ficariam fora de casa por uma semana para cumprir um "desafio". Após serem encontradas, as garotas disseram que escreveram isso para chamar a atenção dos pais.

Para Osvaldo, a palavra "desafio" na carta tinha o significado de aventura.

“Ficamos apavorados, não sabíamos o que estava acontecendo, com quem foram. Três meninas desaparecem e deixam uma carta para trás, estávamos sem chão. Graças a Deus está tudo bem”, conta Osvaldo dos Santos.

O pai de Evelyn afirma que vai conversar melhor com a filha quando a situação ficar mais calma.

“Elas são muito pequenas para tomar uma decisão como essa, a Evelyn é uma menina muito tímida. Assim que passar o tumulto vamos sentar e conversar”, finaliza. 

Desaparecimento 

As meninas desapareceram depois que a mãe de duas delas saiu para comprar comida.

As câmeras de segurança do condomínio onde elas estavam registraram as garotas saindo do local. As três portavam mochilas.

Quando foram encontradas, as meninas contaram aos policiais que embora tenham deixado uma carta afirmando que cumpririam um "desafio", escreveram isso para chamar a atenção dos pais. Uma das causas para o desaparecimento seria uma bronca que a mãe de duas delas deu por causa de vídeos encontrados em um celular.

As garotas contaram ainda que saíram de casa sozinhas e andaram o dia todo, não entraram em nenhum carro. Elas passearam no Parque do Ingá e depois foram até a Catedral, onde foram localizadas. À polícia elas também disseram que o tempo todo estavam sozinhas, não tiveram companhia de nenhum adulto.

A Polícia Civil está investigando o caso. O Conselho Tutelar também acompanha o caso.

do G1


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2019 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br