Norte do Paraná

Postado dia 30/10/2018 às 04:14:26

Operação Quadro Negro: nova escola era para terminar em 2015 em Cornélio

Cerca de 150 alunos do Colégio Estadual Willian Mádi, de Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro do Paraná, dividem espaço de uma escola municipal para estudar enquanto a construção, iniciada em 2014, não é concluída. 

A obra é uma das investigadas na Operação Quadro Negro, do Ministério Público do Paraná (MP-PR), que apura desvios de mais de R$ 20 milhões na construção e reformas de escolas públicas no estado.

A previsão inicial era a de que a obra fosse concluída em 2015, mas ainda em 2014 a construção foi interrompida. Uma segunda licitação foi feita e, em março deste ano, outra construtora assumiu o serviço.

Porém, a empresa também interrompeu os trabalhos por problemas financeiros.

Conforme o Núcleo Regional de Educação (NRE), uma reunião neste mês encaminhou um desfecho para a situação da construtora, que deve acertar as contas com os funcionários nos próximos dias.

Enquanto isso, os alunos não têm biblioteca nem salas de apoio, por exemplo. A escola funciona desde 1996 em salas emprestadas.

Até agora, 21% dos 2,5 mil metros quadrados foram erguidos. O prédio está orçado em R$ 4,4 milhões. Estão previstas 14 salas de aula, refeitório, biblioteca e quadra poliesportiva. 

O outro lado 

O Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar) informou que as obras do colégio serão retomadas "assim que a empresa responsável pela construção contratar a equipe de trabalho".

Conforme o Fundepar, a empreiteira afirmou que está recrutando novos funcionários e acredita que o serviço deve ser retomado após o dia 5 de novembro. O instituto estima que a obra seja concluída em sete meses.

do G1


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2018 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br