Notícias

Postado dia 12/10/2017 às 20:28:29

Italiana ganha licença remunerada para cuidar do cachorro

Na Itália, uma mulher ganhou na Justiça o direito de receber licença remunerada pelos dias de ausência do trabalho para cuidar de seu cachorro. O caso contou com o apoio da italiana Liga Anti-Vivissecção (LAV), um dos maiores grupos em prol dos direitos animais da Europa, que alegou que a abstenção da profissional era relacionada a “razões familiares”.

Um juiz deu um parecer favorável ao caso movido por uma professora da Universidade de Roma, que não terá descontado do salário os dois dias que precisou tirar de licença para cuidar de seu cão, um setter inglês de 12 anos submetido a uma cirurgia. O processo foi construído em cima de uma lei italiana que determina punições de até 10.000 euros (cerca de 37.000 mil reais) e um ano de cadeia para quem abandona animais “em condições de sofrimento”.

Gianluca Felicetti, presidente da LAV, disse que a decisão abre um precedente para que animais sejam reconhecidos como “membros da família”. “Trata-se de um passo significativo para reconhecer que animais que não criados por motivos de ganho financeiro ou de trabalho são membros efetivos da família”, declarou o ativista, segundo informa o jornal britânico The Telegraph. Em comunicado, Felicetti alerta que “com as devidas certificações veterinárias, pessoas na mesma situação poderão mencionar esse importante precedente”.

de VEJA


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2017 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br