Eleições

Postado dia 04/12/2016 às 21:22:49

Goleiro Danilo, da Chapecoense, é enterrado em Cianorte, no Paraná

O corpo do goleiro Marcos Danilo Padilha, vítima do acidente aéreo com a Chapecoense, foi enterrado por volta das 16h deste domingo (4), em Cianorte, no noroeste do Paraná.

O corpo foi velado desde a madrugada no Centro de Eventos Carlos Yoshito Mori, com a presença de centenas de pessoas, entre familiares, amigos e fãs do atleta.

Durante o velório, a mãe de Danilo, Ilaídes Padilha, disse que não tinha mais lágrimas para chorar, mas que o amor que as pessoas sentem pelo filho dela é um consolo para sua dor. Ela agradeceu o carinho que tem recebido e mais uma vez demonstrou sua grandeza ao falar sobre o sofrimento da cidade de Chapecó.

“Nós estamos chorando um ídolo, o meu Danilo. Estamos chorando ele. Lá [em Chapecó], estão chorando todos os ídolos”, disse.

A esposa de Danilo, Letícia Padilha, e irmã do goleiro, Daniele Padilha, estavam inconsoláveis na cerimônia.

O pai do jogador, Eunício Padilha, estava desolado durante a despedida do filho.

Dona Ilaídes se despede do filho durante velório em Cianorte (Foto: Reprodução/RPC)
 
Dona Ilaídes e a família se despedem de Danilo durante o velório em Cianorte (Foto: Reprodução/RPC)


O caixão saiu do velório para o enterro às 15h30 e seguiu em cortejo pelas ruas da cidade — passando pelo campo em que ele começou no futebol — até o cemitério municipal.

Toda a família acompanhou o cortejo até o cemitério, no carro do Corpo de Bombeiros.

Danilo é um dos maiores ídolos recentes do clube. Ele ficou marcado por defesas salvadoras na Copa Sul-Americana — inclusive a que levou o time à final, contra o Atlético Nacional, de Medellín, para onde iam os jogadores no momento do acidente.

Caixão com o corpo de Danilo deixa o local onde o velório era realizado (Foto: Bruna Kobus/RPC)
 
Caixão com o corpo de Danilo deixa o local onde o velório era realizado (Foto: Bruna Kobus/RPC)

 

A queda do avião deixou 71 mortos. No sábado (3), houve velório coletivo de 50 das vítimas na Arena Condá, em Chapecó, Santa Catarina. Após a cerimônia, que durou cerca de duas horas sob muita chuva, o corpo de Danilo foi levado, de carro, para a cidade natal dele.

do G1


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2018 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br