Vídeos

Postado dia 30/08/2015 às 06:56:02

Assista a esse vídeo impactante antes de acender mais um cigarro

Para marcar o Dia Nacional de Combate ao Fumo (29 de agosto), o Governo do Paraná lançou nesta semana a campanha Quando Fumar Não Mata. Usando o slogan "Antes de acender o próximo cigarro, assista a este vídeo!", a campanha conta a história do curitibano João Cândido, que teve as cordas vocais retiradas em decorrência de um câncer na laringe descoberto 14 anos após largar o cigarro. 

"O efeito nocivo do cigarro é de conhecimento de todos. No entanto, ainda convivemos com um grande número de pessoas que têm dificuldade em deixar de fumar, apesar de saber dos riscos à saúde que o hábito traz", diz o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto. Para ele, a campanha é um alerta para aqueles que ainda relutam em abandonar a dependência do cigarro.

O tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo – mais de 5 milhões de pessoas morrem todos os anos devido ao uso do tabaco. Atualmente, são conhecidas 56 doenças relacionadas ao tabagismo. O Paraná foi pioneiro na luta contra o cigarro e há mais de 35 anos trabalha na criação de leis para proteger cidadãos que não fumam e em campanhas de conscientização sobre a dependência.

Personagem

João Cândido fumou por mais de 20 anos e parou quando a primeira filha nasceu. Pai, marido e avô, hoje em dia, só consegue falar através de uma laringe eletrônica. Era esse o personagem que o criador da campanha, Tiago Stachon da agência OpusMúltipla, passou mais de dois meses buscando.

"A ideia era criativa, mas precisávamos de um protagonista real, pois a aderência não seria a mesma se utilizássemos um ator. A gente entende que a comunicação também deve ser um serviço para a população. Por isso, nos empenhamos na realização deste vídeo", comenta Stachon. A produção do filme ficou por conta da The Youth. 

O protagonista disponibilizou seu tempo e imagem para a campanha com a intenção de causar reflexão nas pessoas. "Sei que o cigarro traz algum tipo de recompensa emocional, mas gostaria que os fumantes parassem e refletissem se esse benefício efetivamente vale a pena", explica Cândido.

Ele complementa que não tenho a intenção de catequizar as pessoas. "Respeito a luta dos que buscam parar de fumar, pois sei o quanto é difícil, mas acho importante dizer que é muito possível".


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2017 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br