Bandeirantes

Postado dia 08/12/2013

Juízas da Comarca reivindicam implantação da 2ª Vara Cível

As juízas da Comarca de Bandeirantes (abrangência em Santa Amélia), Fabiana Januário Pesseghini e Larissa Alves Gomes Braga, estiveram em Curitiba na semana passada em reunião com o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador  Miguel Kfouri Neto, com a finalidade de entregar documento de reivindicação para a criação da 2ª Vara Cível no município.

De acordo com a diretora do Fórum da Comarca, juíza Fabiana Januário Pesseghini, a instalação da 2ª Vara Cível se faz necessário devido à alta demanda de distribuição anual dos processos. “Na ocasião, apresentamos e entregamos documento em que constam as justificativas e os gráficos com os números de distribuição dos processos nos últimos três anos, sendo uma média de 1.800 processos/ano. É um volume grande que temos aqui, equivalente a cidade de Cornélio”, compara.

Conforme a diretora do Fórum tramitam atualmente na Vara Cível e Juizados 14.500 feitos. "Este é o nosso maior pleito, uma nova Vara Cível para desobstruir a demanda processual na comarca", enfatiza e menciona que a maioria dos processos que tramitam na comarca está relacionada a ações previdenciárias e bancárias.

Além da reivindicação para uma 2ª Vara Cível também foi apresentado documento com a necessidade de desmembramento da Vara de Família, Infância  e Juventude, que hoje está anexada a Vara Criminal.

O presidente do TJ, desembargador Miguel Kfouri Neto, disse ver com bons olhos a solicitação. "Terei a máxima boa vontade em atendê-los e vamos nos empenhar para isso. Encaminharei o pedido para o parecer da corregedoria e posteriormente para análise da Comissão de Organização e Divisão Judiciárias, presidida pelo desembargador Jesus Sarrão", disse o  presidente. Uma decisão positiva ou negativa com relação a 2ª Vara Cível e desmembramento da Vara da Família deverá sair no prazo de 30 a 40 dias.

COMITIVA – Além das juízas da Comarca, Fabiana Januário Pesseghini e Larissa Alves Gomes Braga, também participaram da reunião o prefeito Celso Silva e advogados César Augusto Moreno (vice-presidente da OAB- Seção Paraná), João Carlos Ferreira, José Carlos Dias (conselheiro estadual da OAB-Seção Paraná) e Cláudia Janz. As autoridades foram acompanhadas pelo desembargador D’Artagnan Serpa Sá.

Na oportunidade, surpreendendo os visitantes, o desembargador Kfouri assinou a autorização para a nomeação de quatro técnicos judiciários para atuarem na comarca, sendo que dois deles vão desempenhar as funções de oficial de justiça.


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2018 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br